somos todos grãos

  • Bem estar
  • Cultura
  • Sociedade

(assista o vídeo de apresentação do projeto aqui)

A ideia primordial desse projeto – somos todos grãos – é levar visitas artísticas a instituições de caridade – então: crianças, adolescentes, idosos, famílias, homens, mulheres, pessoas com múltiplas deficiências, enfim, pessoas em situação vulnerável. Levar arte, cultura e atenção.

Em visitas quinzenais, regulares, nessa primeira etapa do projeto, nós vamos oferecer apresentações de música popular, música erudita, teatro, teatro de bonecos, dança ou circo, cinema, leitura literária e oficinas de criatividade, que são um exercício de artes plásticas. Isso, obviamente, em harmonia com as demandas que as instituições acreditam ser a dos assistidos.

Mas até aí, esse não seria um projeto inovador… O que torna “somos todos grãos” realmente uma ferramenta social poderosa e efetiva é cumprir o desafio de sensibilizar e atrair a comunidade pra essa questão. Como? Como tornar as pessoas mais participativas ou pelo menos mais atentas à essa realidade que está aí… E que não se enxerga?

Enfim, a ideia de “somos todos grãos”, então, se transformou num aplicativo. Um aplicativo gratuito pra smartphone, tablet e desktop, que disponibiliza num feed vários produtos artísticos: livros (trechos de livros), contos, artigos, matérias, reproduções digitais de quadros, gravuras, paineis, ilustrações, grafite, fotografias, músicas – só em áudio ou em clip também – trechos de dramaturgia, performances de comédia ou não, uma dança, uma peça de circo… Um curta metragem, uma animação ou uma conversa com um artista, uma pessoa que tenha algo a dizer a respeito de arte, cultura, de bem estar e sociedade…

É uma revista multimídia, portanto, e assim o usuário desfruta de um conteúdo diversificado, de qualidade e, no mesmo aplicativo, no mesmo feed, fica sabendo quais instituições estão sendo atendidas e outros eventos e demandas dessas instituições, o que possibilita e incentiva uma participação direta do cidadão.

O aplicativo tem outras facilidades. Todos esses produtos artísticos vão consolidando um acervo, assim como as informações sobre esses artistas–acervo, também ficam disponíveis pro usuário. Futuramente vai ser possível oferecer sugestões de eventos que tenham relação com essa agenda do projeto, eventos voltados pra cultura, bem estar e sociedade, além de permutas, promoções e outras facilidades para os usuários. Inclusive interatividade, o que vai trazer uma movimentação social efetiva e, assim, transformar o projeto numa rede social, no mais legítimo sentido.

Enfim, somos todos grãos é um projeto integrador, artístico, informativo, altamente dinâmico e colaborativo, que se utiliza das plataformas digitais pra promover cultura e ação social de uma forma cativante e contemporânea.

Mais de vinte anos de estrada com a cia. De comédia os melhores do mundo, percorrendo o brasil inteiro tantas vezes, me deram a oportunidade de conhecer muita gente, artistas, produtores, jornalistas, prováveis colaboradores do projeto, alguns já contactados, inclusive… Músicos, atores, autores, diretores, cineastas, escritores, bandas, artistas plásticos, fotógrafos… Enfim, uma gama enorme de possíveis colboradores que pode estar à disposição do público.

Afinal, o que é que nos faz homens e mulheres? O que é que nos faz sociais? O que é que nos faz cumprir um papel na sociedade? Uma cama, um prato de comida, um banho, um remédio… Isso, é claro, é fundamental, isso nos faz vivos. Mas o que nos faz andar pra frente, pessoal e coletivamente, o que nos permite progredir, o que nos faz pensar, o que nos faz questionar, o que nos faz rir… É o conhecimento, a cultura… E isso está na arte. Fazer isso de forma solidária é o melhor de tudo.

Por que somos todos grãos.